Ir para conteúdo principal
Logotipo
Conteúdo Principal
02/04/2020 Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente
COMPARTILHAR NOTÍCIA

Ipê decreta situação de emergência devido a estiagem

Desde o dia 16 de março o município trabalha para ser reconhecido junto aos órgãos governamentais

Desde o dia 16 de março Ipê elaborou seu decreto de situação de emergência devido a estiagem que assola o município e muitas cidades do Rio Grande do Sul, devido a baixa precipitação pluviométrica registrada desde a segunda quinzena do mês de novembro de 2019, até a primeira quinzena de março de 2020. O COMDEC – Coordenadoria Municipal de Defesa Civil solicitou ao prefeito municipal que fosse feito o decreto de situação de emergência e o mesmo foi aceito pela Coordenadoria Regional da Defesa Civil e agora aguarda ser reconhecido pelo Governo do Estado do RS e após pela Secretaria Nacional da Defesa Civil.

A situação de emergência só pode ser decretada quando o município por si só não consegue reestabelecer a normalidade em relação a falta de água, além de provar os danos humanos, ambientais e econômicos.
Nesse período até ser decretada situação de emergência foram investidos em torno de R$ 120 mil em ações de combate a estiagem.
O município de Ipê, além da falta de chuvas, vem sofrendo com a elevação da temperatura e a massa de ar seco cooperando para a evaporação acentuada da águas de fontes, arroios, rios, bebedouros e açudes e consequentemente afetando a dessedentação de animais e várias famílias com falta de água potável, os recursos hídricos, bem como as diferentes formas de vegetação.
Todo interior do município está afetado, com perdas substanciais e irreversíveis na agricultura e pecuária aproximando-se dos R$ 45 milhões, além da preocupação constante com falta de água para consumo humano, inclusive com alguns poços artesianos secando ou diminuindo substancialmente a vazão. @ Ipé, Rio Grande Do Sul, Brazil

Outras Notícias

Conteúdo Rodapé